Artigos do Professor Marins e textos discutidos nos Programas de TV

QUEM TEM MEDO DE 2022?

QUEM TEM MEDO DE 2022?

 

Luiz Marins

 

O ano de 2022 não será para amadores!

Teremos Copa do Mundo, eleições no Brasil e em vários países como a França, por exemplo e ainda teremos a comemoração dos 200 anos da Independência do Brasil.

Assim, terá medo aquele empresário, empreendedor ou qualquer pessoa que não goste de fortes emoções!

A política vai ferver! As eleições prometem ser acirradas e polarizadas com total judicialização e tudo o mais para fazer enfartar qualquer pessoa com sangue quente e sem cabeça fria e nervos de aço para aguentar o que virá pela frente.

A Copa do Mundo, no Catar será igualmente um enigma. Teremos time para vencer ou será outro fiasco?

Nessas horas é bom lembrar de Daniel Kahneman, prêmio Nobel de Economia que afirma ser impossível fazer qualquer previsão sobre eventos que não tenham regularidade. Assim, diz ele, é impossível prever o que acontecerá na política e nos torneios esportivos, por exemplo.

Portanto vai ter medo quem quiser prever e se meter a guru.

Em compensação, a economia continuará sendo puxada pela pujança do agro que não pode parar pois somos responsáveis pela segurança alimentar de mais de 1,5 bilhão de seres humanos.

Como faço, regularmente, reuniões com investidores, posso garantir que os investimentos internacionais em infraestrutura, saneamento e no agronegócio virão com muita força em 2022 gerando milhares de emprego e aumentando a renda como raramente vimos em nosso país.

Também posso antever que boa parte das empresas e das lideranças empresariais irá continuar trabalhando forte, aumentando ainda mais o descolamento da política, deixando que os políticos se matem entre si numa interminável discussão cada vez mais distante da realidade concreta do país.  

Assim, terá medo de 2022 aquele empresário ou trabalhador que ficar ligado na política e no futebol e se esquecer de que esses dois grupos não pagam nossos salários, nem produzem o que nossas empresas precisam produzir para sobreviver.

Esses terão medo de 2022 pois terão todos os motivos para não fazer e para chorar.

Pense nisso. Sucesso!

 

___________________

 

PENSE NISSO:

 

  • 2022 será tão acelerado e incerto que teremos saudade de tempos mais previsíveis;
  • Isso sem falar de possíveis novas variantes da COVID-19 que poderão nos atingir como já vem acontecendo na Europa;
  • Resumindo, a nós, mortais, só nos resta trabalhar, acreditar em nossa capacidade de vencer e pisar fundo!
Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais