Artigos do Professor Marins e textos discutidos nos Programas de TV

TRÊS ATITUDES SIMPLES PARA ENFRENTAR A CRISE

  • Imprimir

TRÊS ATITUDES PARA VENCER A CRISE

 

Luiz Marins

 

Só se fala em crise.

Reunimos um grupo de pessoas - empresários, funcionários, prestadores de serviços, consumidores - para discutir quais atitudes simples as pessoas e empresas poderiam ter para, se não for possível vencer a crise, pelo menos minorar os seus efeitos. Veja a seguir os principais comentários: 

1. As pessoas e empresas precisam cumprir o que prometem.  Os membros do grupo disseram que em tempos de maior dificuldade, empresas, prestadores de serviços e mesmo colaboradores de uma empresa precisam redobrar o esforço para cumprir o que prometerem a clientes (internos e externos). Agora, como nunca deveria ter sido, não é hora de faltar com a palavra. Agora, como sempre deveria ter sido, é hora de surpreender e encantar ainda mais o cliente, fazendo o que ele não espera, isto é, antecipar a entrega; chegar um pouco antes da hora marcada; atender no horário, etc.; 

2. As pessoas e empresas devem falar a verdade em qualquer circunstância.  Também aqui o grupo confirmou o que mostram nossas pesquisas - veja o site www.marins.com.br - de que “atendimento excelente” é antes de tudo “falar a verdade em qualquer circunstância”. Se a empresa ou prestador de serviços, por alguma razão, não puder cumprir com o que havia prometido, deve falar a verdade a seu cliente e jamais se esconder ou fugir dele. O grupo deu o seguinte exemplo: se um médico ou dentista tiver que atrasar uma consulta e ligar ao cliente dizendo que terá que atrasar, o cliente não se irritará tanto quanto chegar no horário e ficar esperando na sala de espera sem saber sequer se o médico ou dentista está no consultório. Assim, fale a verdade, e o cliente agradecerá.

3. As pessoas e empresas devem visitar clientes, ligar, colocar-se à disposição, demonstrar interesse em ajudar o cliente.  Mais do que nunca, agora é hora de mostrar ao cliente que você está comprometido com o sucesso dele e, portanto, à inteira disposição para ajudá-lo no que puder para que ele ultrapasse a fase difícil que possa estar atravessando. Não é hora de se esconder. É hora de se comprometer com seus clientes. Eles se lembrarão de você quando a crise passar. 

Coloque em prática estas três atitudes simples. 

Pense nisso. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn