Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Crise e planejamento

crise-e-planejamento-professor-marins site

Empresas de sucesso duradouro, em todo o mundo, aproveitam os momentos de crise para planejar, rever conceitos, enfim para se reinventar. Escrevo isto porque estou impressionado ao ver os pedidos que tenho recebido de boas empresas para realizar oficinas de planejamento estratégico nestes tempos bicudos. Em vez de ficarem discutindo a crise, essas empresas decidiram parar para pensar em como vencer os desafios que se apresentam.


Há várias metodologias novas de planejamento estratégico que são rápidas e eficazes, dentro do conceito de “Inovação Frugal” e mesmo da “Estratégia do Oceano Azul” que podem ser aplicadas e que levam a empresa a estudar formas inovadoras de vencer neste mercado extremamente competitivo.


Há empresas, no entanto, que não entenderam ainda que na crise o cliente se torna mais seletivo e acabam por desmontar estruturas que poderiam salvá-las; baixar preços indiscriminadamente danificando a marca; tomando decisões com base no desespero da emoção da crise e não com a razão baseada em um sério, eficaz e frugal planejamento estratégico.


O mundo mudou, o mercado mudou, o consumidor mudou e muitas empresas ainda continuam com uma liderança dura, autoritária, que bloqueia a inovação, a criatividade, o fluir de novas ideias causando uma grande desmotivação entre os colaboradores e impedindo o sucesso. É preciso repetir um milhão de vezes a verdade de que tecnologia e recursos são fundamentais, mas sem pessoas interagindo com liberdade e motivação, não se constrói uma organização de sucesso.


O líder de hoje deve se ver como um jardineiro que prepara o solo e cria as condições para que as plantas se desabrochem e dá tempo para isso acontecer e não como um semideus que sabe tudo e vê em seus liderados competidores e não colegas de um time vencedor. Até para essa nova visão é preciso um planejamento estratégico em que as lideranças conheçam melhor as ideias de seus colaboradores e possam confiar mais, delegar mais e entender melhor que sozinhas jamais chegarão ao pódio que tanto almejam.


Aproveite pois estes momentos mais difíceis de mercado para fazer uma parada estratégica e planejar com eficácia e frugalidade levando seu pessoal a descobrir caminhos para vencer. Além dos resultados práticos, um bom planejamento é um dos instrumentos mais eficazes de motivação pois permite aos colaboradores dar sua visão, definir o foco e estabelecer as ações concretas e com isso sentirem-se participantes ativos e comprometidos com o sucesso.


Pense nisso. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais