Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Não confunda o Brasil com os maus brasileiros

nao-confunda-o-brasil

É “SEMANA DA PÁTRIA!”

NÃO É “SEMANA DO GOVERNO”....

COMEMORE O BRASIL!


Nesta semana vou pedir um favor a você. Não confunda ”Pátria” com “governo”. Estamos na “Semana da Pátria” – semana do “Brasil” – e não “semana do governo”. Assim, comemore o Brasil.

 

No Brasil confundimos Estado, Nação, Pátria e Governo. Colocamos tudo numa mesma cesta. E como no Brasil, falar bem do governo é pecado, também não falamos bem da Nação, da Pátria, do “Brasil” permanente, feito por nós e de nós, o “povo” brasileiro. Os governos mudam, passam. A Nação, a Pátria, são permanentes. A Nação brasileira é permanente. Não é transitória.

 

As pesquisas sobre os valores do povo, da gente brasileira são unânimes em afirmar que jovens e adultos, homens e mulheres, de todas as classes, têm como valores principais (a) família; (b) trabalho; (c) estudo; (d) religião que fazem de nós um povo “tolerante” – como dizia o grande sociólogo Gilberto Freyre; um “homem cordial” – como definiu Sérgio Buarque de Hollanda. Ambos sofreram muito por estudar, definir e comemorar essas virtudes do homem brasileiro, tidas por alguns durante muito tempo como “defeitos” e sinônimo de subserviência e inferioridade.

 

Procure, pelo menos durante esta semana da pátria, ler e enxergar a parte cheia do cálice chamado Brasil. Procure fazer um esforço para ver nossas virtudes como nação, como país, como território abençoado. Sem falar do clima, do maior acervo de água doce do planeta, de nossas florestas, praias, chapadas, fauna e flora exuberantes. Pense no povo. Na riqueza da nossa música, de nossa dança, de nosso folclore, de nossa comida. No nosso esporte até além do futebol. Pense nas diferenças regionais que fazem do Brasil um mundo falando a mesma língua. Pense no nosso senso de humor que faz dos piores limões a mais gostosa caipirinha.

 

Comemore o Brasil! Comemore a verdadeira bênção de você ser brasileiro! Comemore sem medo de ser ridículo. Comemore sem medo de ser tachado de “governista”. Comemore sem ter medo de ser feliz.

 

Sem ter medo ou vergonha de se sentir feliz e orgulhoso em ser, acima de tudo, Brasileiro!

 

Pense nisso. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais